Simulador de aposentadoria no Excel! Baixe uma planilha gratuita!

Neste artigo vamos apresentar os cálculos financeiros de acumulação de capital e aposentadoria. vamos disponibilizar também uma planilha em Excel.

Quero baixar a planilha!

 

Simulação de aposentadoria

Imagine que você queira ter uma renda futura para garantir seus sustento após se aposentar e que não queira ficar dependendo da aposentadoria do INSS.

Neste caso você teria como opção, ou mesmo como complemento,  poupar ao longo dos anos para que após a aposentadoria você conseguisse usufruir do dinheiro guardado.

Valor da aplicação igual ao valor do resgate

Vamos supor um exemplo didático em que você guarde ao longo de 5 meses uma quantia de R$ 1.000,00 por mês em uma aplicação com rendimento igual a inflação de 1% ao mês, por quanto tempo você poderia gastar por mês o mesmo valor atualizado? um observação importante é que tanto o valor aplicado quanto o valor de resgate teriam que ser corrigido exatamente pela inflação para manter poder de compra.

Veja a planilha abaixo:

aposentadoria figura 1

Você pode baixar o aquivo em Excel com todas as planilhas deste artigo no no link abaixo:

 

Quero baixar a planilha!

 

Veja na figura acima que , neste caso você poderia gastar o mesmo valor (corrigido pela inflação) pelo mesmo período de tempo.

E se o valor da retirada mensal fosse menor que o valor aplicado durante o período de acumulação, por quanto tempo a mais você iria poder receber?

Valor do resgate menor que ao valor a aplicação

Suponha que você retirasse somente a metade (50%), com valores corrigidos,  do que foi aplicado mensalmente durante o período de acumulação de capital, como ficaria os valores e tempo de resgate:

cálculo da aposentadoria figura 2

 

Note que os recursos iriam duram por mais 10 meses, 50% a mais que o tempo do exemplo anterior.

Podemos resumir da seguinte forma esses resultados:

  • Se depositasse o mesmo valor que você vai retirar, com valores corrigidos pela inflação, os recursos durariam o mesmo tempo
  • Se depositasse um valor maior durante o período de acumulação, poderíamos passar mais tempo recebendo os valores.

Na verdade, na prática poderia durar até um pouco mais,nas duas situações, caso você conseguisse aplicar os valores acumulados com taxas de juros acima da inflação.

Valor acumulado aplicado a uma taxa acima da inflação

Vamos supor que os valores sejam aplicados em uma aplicação que  renda 1% acima da inflação e que a inflação, que vai corrigir os valores aplicados e resgatados seja de 1% ao mês, por quanto tempo iria durar os recursos caso o valor da aplicação seja igual os valores de resgate em termos de poder de compra?

Note que teremos acumulado um valor de 287,28 a mais para ser resgatado no décimo primeiro mês, isso em função da taxa aplicação ser maior que a taxa de inflação.

Simulador de valor de resgate

E se você quiser retirar o mesmo valor todo mês, quanto seria o valor resgatado?

No arquivo Excel deste artigo acrescentei mais uma planilha onde você pode fazer a simulação do valor de resgate tomando como referência:

  1. O valor a aplicação mensal (com poder de compra atual)
  2. Período de acumulação em meses (tempo que você vai ficar depositando)
  3. Período de resgate em meses (tempo que você vai ficar recebendo mensalmente o valor da aplicação mensal)
  4. Taxa de juros da aplicação acima da inflação. Ou seja, a taxa que vai render acima da inflação

Veja o exemplo abaixo.

simulador de rendimento figura 4

Note que você poderia retirar R$ 1051,01 por 5 meses caso você consiga render 1% acima da inflação, a valores atuais. Para fazer novas simulações de valores de retirada basta alterar qualquer dos valores de entrada.

Para prazos mais longos o efeito dos juros compostos é muito maior, veja este outro exemplo:

simulador de aposentadoria

Neste caso temos uma aplicação de R$ 500,00 por 240 meses (20 anos) e resgate durante 120 meses ( 10 anos) com uma aplicação que rende 0,5% ao mês acima da inflação. Veja que o valor do resgate aumentou bastante. Isso se dá em função do efeito exponencial dos juros compostos.

Importante ressaltar que esse valor do resgate está considerando valores com poder de compra atual. Para atingir esse resultado você deve aplicar mensalmente um valor corrigido pela inflação e resgatar também um valor corrigido pela inflação e a taxa de rendimento médio da aplicação deve ser constante ao longo do período de capitalização e de resgate.

Espero que tenha gostado deste artigo. Se você gostou compartilhe ele nas suas redes sociais através dos links abaixo.

Caso tenha alguma dúvida ou sugestão, use o formulário de comentário logo abaixo.

Muito Obrigado!

Até breve!

Gostou do Artigo?

Se inscreva e acompanhe nossa lista de e-mail para ficar atualizado!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.